Add any text here.

Muitos são ricos sem saber. Você é?

Para tudo há um custo. Não há nada de graça no mundo. O mundo é material e a sobrevivência depende de recursos igualmente materiais. Quando há algo “de graça”, há alguém que paga por isto. O “de graça” é mais uma ilusão criada, assim como tudo, e mais prende do que liberta. Este é o preço do “de graça”: a dependência.

O fato é que muitos se contentam com uma situação de prisão quase voluntária à vida que leva – achando que ela é a forma mais “barata” para sobreviver, ou mesmo a única forma acessível a ela, sem ter como optar por algo diferente, melhor. Até funciona por algum tempo, quando ocorre o despertar da consciência.

Há também um custo para você despertar, que irá ocorrer sem que você decida sobre isto. Este despertar nunca trará paz. Ao contrário, trará vontades, medos, angústias e todos os sentimentos contraditórios dentro de si. O despertar é incômodo. Dói, por vezes. E a partir daí é que os problemas se iniciam. Alguns optam por enfrentar, e vencem, sempre. Não importa o tempo, a opção de enfrentar sempre levará à evolução, à vitória.

A maioria, entretanto, apenas anestesia seus incômodos, criam ilusões e passam a viver uma vida de mentiras. Estes são ricos. Milionários energéticos. Ou melhor: novos ricos, novos milionários.

Tudo, neste mundo viciado que habitamos, pertence a um determinado padrão que se repete. Já conheceu alguém que ficou rico repentinamente? Os valores desta pessoa mudam, os exageros se tornam visíveis e ficam insuportavelmente previsíveis, como todos os padrões de novos ricos, ostentando algo que de fato não conquistaram. Patéticos, por vezes.

Os novos ricos energéticos se comportam igualmente. Verificam com o seu despertar que possuem riqueza energética, que tudo lhe é permitido e passam a viver uma vida de ostentação energética. Logo percebem, como os novos ricos do dinheiro, que passam a criar ilusões que se materializam ao seu redor e a riqueza passa a ficar minguante. Por isso novos ricos do dinheiro geralmente ficam pobres em pouco tempo. Quantos que ganham na loteria e logo não possuem mais nada? Igualmente, os novos ricos energéticos acabam no limbo de suas ilusões, sem energias para sair do lugar – estão presos em si.

O que não entendem é que o despertar exige mudança e investimento. Ao investir, recebem o retorno, e prosseguem com mais recursos. Continuar a manter suas vidas do passado, em suas chamadas “zonas de conforto” é uma decisão que sempre acaba mal. Não há jeitinho na evolução consciencial. Quem decide financiar a vida de luxo energético, sem retorno, acaba mal. Não investem, gastam, e a vida cobra o preço. Ilusões, como sempre, são apenas ilusões, e passageiras.

Pois é: mudar tem um custo de investimento – e geralmente é algo mensurável, seja em dinheiro, tempo ou energia. Não mudar é algo mais caro ainda, e não é investimento – é um beco sem saída. E quem paga este preço um dia fica miserável, pois o dinheiro até pode continuar a fluir, o que duvido, mas o tempo e a energia se esgotam com tamanha velocidade que nem se percebe.

E você: Já sabe qual o preço de não mudar? O que está alocando em recursos como o seu tempo, dinheiro e energia? Já calculou o preço da mudança que deseja e o custo que está pagando para ficar do jeito que está neste momento?

Pois é. Pois é.

Quer saber mais? Vamos abordar este e outros temas energéticos, incluindo as cargas densas energéticas que pessoas acumulam em si, ampliando ainda mais a sua intoxicação energética. CLIQUE AQUI e participe conosco de nossos encontros ao vivo, pela internet, gratuitamente. Comece agora, investindo seu tempo e energia em aprender novas perspectivas para a sua vida.